A Serbian Film

A Serbian Film

Na tentativa de arranjar incentivo para começar a postar nesse tão abandonado blog, começo com um dos assuntos que mais gosto: cinema. Pois bem. Construi duas listas com: “Os filmes mais bizarros do cinema” e “Dignos de epopeia”, feitas num dia de chuva e ócio.

 “Os filmes mais bizarros do cinema: #1 – A Serbian Film.”

A-Serbian-Film-Poster

O filme lançado em 2010, pelo diretor Srdjan Spasojevic. Conta a história de Milos, um ator pornô quase falido que tem uma oportunidade de voltar a trabalhar quando uma colega de profissão o convida a conhecer um novo trabalho. Milos não sabe o que está prestes a gravar e questiona isso varias vezes, mas o produtor ensaia discursos e quando ele descobre se vê dentro de um nicho de violência e terror. O filme tem grande fama devido a censura, a comentários sobre as cenas de violência e a alegação de apologia a pedofilia.

Antes de assistir vi varias resenhas e comentários e esperava um filme muito chocante. Bem.. O filme tem três ou quatro cenas bem fortes, fora isso se torna chato com atuações medianas, mas assumo que o final deixou algo entalado na minha garganta. Não deixaria de dar créditos ao Srdjan, já que é um dos seus primeiros trabalhos.

A questão que me interessa aqui, pessoalmente, se resume nas afirmações do diretor,  com o filme ele tinha dois propósitos; realizar algo no gênero extremo, que ele disse apreciar muito; e outro, era exibir seus sentimentos sobre a região – Bálcãs – em que vivia, ou seja, uma nação marcada por bombardeios da Otan, tenho que dar o braço a torcer e concordar que “Não tinha mesmo como sair algo muito bonito”.

Confesso que comecei a ter uma pequena dimensão da segunda intenção do autor quando procurei sobre os relatos de guerra (Guerras dos Balcãs/Kosovo) e vi bastante sobre tortura, estupro em massa (envolvendo crianças e bebes), execuções sumárias e episódios brutais de genocídio. Imagino que os que vivem na região compactuam de égide de um ódio comum aos que – de alguma forma – estava de acordo com os massacres. A tentativa de mostrar um pouco da historia política da Servia se perdeu no meio de tantas polêmicas, além de ser algo difícil de se enxergar quando se está de tão longe. Fato é que ele poderia explorar todos os seus sentimentos de uma forma um pouquinho mais compreensível e menos chata.

Anúncios